Button Menu

Sobre

Missão

A nossa missão é crescer e criar vinhos baseados em antigas tradições e sólido conhecimento técnico com um toque moderno e em harmonia com a natureza. Os nossos vinhos são tanto quanto possível feitos à mão e com uma abordagem sustentável em relação à natureza.

A Quinta da Folgorosa e a sua empresa irmã, Vale de Cortem criam vinhos autênticos de Portugal. O vento do oceano Atlântico é crucial para criar o caráter destes vinhos especiais.

A Folgorosa concentra-se principalmente no estilo tradicional de vinhos portugueses, mas com uma abordagem moderna autêntica em harmonia com a natureza. A nossa principal diretriz é RESPEITO. Respeito pelo conhecimento antigo, respeito pela natureza, respeito pelas pessoas envolvidas no nosso ofício, respeito pelos clientes.

 

História

A Quinta da Folgorosa existe pelo menos desde 1711, quando um morgadio foi estabelecido nela, pela família Biker Correia, mas será provavelmente bastante mais antiga. Desde então, sempre esteve dedicada à produção de vinho, uma longa tradição nesta região.

No início do Séc. XIX, esteve no caminho de Napoleão, quando este quis conquistar Lisboa. Situando-se muito próximo das Linhas de Torres Vedras, foi um palco natural para as acções militares. Tendo visitado esta área, Lord Wellington terá afirmado serem daqui os melhores vinhos brancos da região de Lisboa, sempre com base na casta Arinto. Mais tarde, foram as tropas francesas que acamparam num dos nossos terrenos, a que ainda hoje chamamos “Junot”, o comandante do corpo que atacou a região.

António Macieira, herdeiro da propriedade no início do Séc. XX, foi um político muito activo – ministro, parlamentar e mesmo Presidente do Parlamento – mas também foi um proprietário muito apaixonado pela Quinta. Visitava-a frequentemente, acompanhando de perto os trabalhos nas vinhas e na adega, tendo adquirido diversas propriedades vizinhas e, nelas, plantado novas vinhas. Para além disto, contratou Ernesto Korrodi, um dos mais famosos arquitectos de então, para desenhar a nova casa, construída em 1910.

1980 foi outra data importante na vida da Quinta da Folgorosa, já que é a colheita do primeiro vinho tinto aqui engarrafado, obtido a partir dum lote de diversas castas regionais tradicionais.Da colheita seguinte, 1981, saiu o primeiro vinho branco engarrafado.

Hoje, uma nova fase está em curso, com um aumento da área cultivada e da capacidade de produção, a par dum desenvolvimento comercial em diversos novos mercados.

 

Terroir

A Folgorosa fica na faixa oeste do território de Lisboa, perto da vila de Dois Portos e tudo sobre ela remete às condições definidoras da região. As condições atlânticas ventosas criam a frescura e mineralidade especiais nos vinhos. A proximidade, a apenas 25 km do Oceano Atlântico e a própria natureza do solo, permitem a criação de vinhos decididamente originais, mostrando uma refrescante acidez natural e um carácter mineral. A Folgorosa tem quase 50 Hectares de campos que situam-se a uma altitude entre 200 a 300 m acima do nível do mar o que também contribui para o clima fresco.

  • 40 km ao norte de Lisboa;
  • Vinhas sob influência do clima atlântico;
  • Solo de argila calcário 200 a 300m acima do nível do mar
  • Vinhos Minerais mostrando uma refrescante acidez natural.

 

 

As nossas Vinhas e Castas

A Quinta da Folgorosa tem cerca de 46 hectares de terra e 41 hectares de produção de vinha.

Os campos estão todos localizados em redor da aldeia de Folgorosa, a uma altitude de 200 a 300 m. Temos declives em todas as direções e crescemos principalmente brancos em direção às altitudes mais baixas do norte e os tintos, na maior parte em direção ao sul.

Uvas vermelhas, 30 ha, são: Alicante Bouschet, Aragonez, Cabernet Sauvignon, Castelão, Syrah, Touriga Franca e Touriga Nacional

Uvas brancas, 11 ha, são: Arinto, Fernão Pires, Moscatel, Sauvignon Blanc, Verdelho, Viognier e Viosinho

 

Equipa

  image2

 Diogo Pereira, José Melicias, Pedro da Cunha


José Melícias

Desde sempre ligado à produção de vinho, numa tradição familiar e por um enorme gosto pessoal, José combina a sua formação técnica com uma paixão pela Quinta da Folgorosa.


Diogo Pereira

Enólogo de enorme valor – conhecimento profundo, percepção do mercado e um envolvimento profundo para tornar a Folgorosa única.

Pedro da Cunha

Anos e anos de experiência, diferentes regiões vitícolas e muitas vinhas diferentes, tudo isto faz do Pedro o nosso homem do terreno!

José Lucas

Uma longa e profunda ligação à Quinta da Folgorosa. O José toma conta das nossas vinhas e da adega como se fossem as suas próprias

João Martinho

Seja conduzindo os tractores nas vinhas, seja trabalhando na adega com os nossos vinhos, o João é um homem presente no dia a dia da Folgorosa

Thomas Lindeborg

Um investidor imobiliário, sueco, completamente apaixonado pelos vinhos atlânticos da região de Lisboa, Thomas lidera a Quinta da Folgorosa, trazendo novos objectivos e uma motivação extra para toda a equipa.

folgorosa moinho
logo quintafolgorosa white2

Quinta da Folgorosa
2565-171 Dois Portos - Portugal
info@folgorosa.pt
(+351) 919 902 914

Publish modules to the "offcanvs" position.